Como instalar o Protheus no Linux – Parte 2

Como instalar o Protheus no Linux – Parte 2

Banco de Dados

Para o banco de dados vamos utilizar o PostgreSQL, também conhecido como Postgres.

O Postgres é um sistema de gerenciamento de banco de dados relacional gratuito e de código aberto que enfatiza a extensibilidade e a conformidade com SQL.

Vamos realizar a instalação e configuração pelo terminal do Linux, copie os comandos execute no terminal de sua instalação Ubuntu.

1 – Download e Instalação do Postgres.

                    

sudo apt install postgresql postgresql-contrib

A porta padrão para instalação é a 5432, caso seja necessário alterar a porta, execute o comando a seguir e altere a porta conforme necessário.

                    

sudo gedit /etc/postgresql/12/main/postgresql.conf

Finalizada a instalação, vamos reiniciar o serviço.

Agora vamos alterar a senha do usuário do Postgres.

Após executar o comando, será necessário informar a senha e em seguida confirmá-la.

Para acessar o Postgres execute o seguinte comando.

Devemos também alterar a senha para acesso ao banco de dados.

Não se esqueça de alterar o texto nova-senha pela senha que desejar.

                    

psql -c "ALTER USER postgres WITH PASSWORD 'nova-senha'" -d template1

2 – Criando o banco de dados Protheus

Devemos alterar o usuário para o do Postgres e em seguida acessar o PostgreSQL.

Para criar o banco de dados execute o comando a seguir, note que o nome do banco de dados é PROTHEUS12.

                    

CREATE DATABASE PROTHEUS12 ENCODING 'LATIN1' LC_COLLATE 'pt_BR.ISO-8859-1' LC_CTYPE 'pt_BR.ISO-8859-1' template template0;

3 -Erro ao criar o banco de dados

Siga estes passos apenas se o banco de dados não foi criado devido a um erro de encode, idioma ou locale, conforme mostrado a seguir.

                    

ERROR: invalid locale name: "pt_BR.ISO-8859-1"

Para corrigir vamos executar algumas etapas adicionais. Para finalizar a edição de comandos SQL digite \q e depois pressione enter.

Vamos alterar o usuário para executar os comandos a seguir. Lembrando que o usuário que vamos utilizar agora é o usuário do Linux, então altere o texto usuario-linux pelo nome de usuário que você definiu.

Execute o comando a seguir e inclua pt_BR.ISO-8859-1 ISO-8859-1 no final do arquivo.

                    

sudo gedit /var/lib/locales/supported.d/pt

Finalizada a alteração no arquivo, vamos executar mais um comando para que seja possível a criação do banco.

Para finalizar vamos reiniciar o serviço do Postgres.

                    

sudo service postgresql restart

Feito este processo, repita as etapas para criação do banco, item 2.

4 – Criando a conexão UnixODBC

A conexão UnixODBC será utilizada pelo TopConnect para acesso ao banco de dados.

Para realizar a configuração da conexão precisamos realizar a instalação das dependências.

                    

sudo apt-get install unixodbc unixodbc-dev

                    

sudo apt-get install odbc-postgresql

Agora vamos configurar a conexão com o banco que foi criado no Postgres. Edite o arquivo odbc.ini utilizando o comando a seguir.

Vamos incluir os dados de acesso ao banco conforme o bloco a seguir.

                    

[PROTHEUS12]
Description=PostgreSQL
Driver=PostgreSQL ANSI
Trace=No
TraceFile=/tmp/psqlodbc.log
Database=protheus12
Servername=localhost
UserName=postgres
Password=SENHA_DO_BANCO_DE_DADOS
Port=5432
ReadOnly=No
RowVersioning=No
ShowSystemTables=No
ShowOidColumn=No
FakeOidIndex=No
ConnSettings=

E por fim vamos testar a conexão com o banco, substitua o texto senha_banco_de_dados pela senha do banco de dados configurados nas etapas anteriores.

                    

isql -v PROTHEUS12 postgres senha_banco_de_dados

Caso tudo tenha ocorrido corretamente, será mostrada uma mensagem Connected!.

Related Posts
Leave a Reply